• Paulo Lídio

Showrunner de Supernatural explica porque Kevin estava no inferno


Kevin Tran (Osric Chau) está de volta para a temporada final de Supernatural (Foto: Warner / Reprodução)

Um dos showrunners de Supernatural, Andrew Dabb, está falando sobre a temporada final da série, que foi lançada na semana passada com um episódio cheio de ação onde Sam (Jared Padalecki), Dean (Jensen Ackles) e Castiel (Misha Collins) trabalham duro para conter muitos espíritos que Deus (Rob Benedict) libertou do inferno no final da 14ª temporada. E apesar de terem completado com sucesso um feitiço de círculo de sal para proteger os residentes de Harlan, no Kansas, esse é apenas o primeiro passo em seu plano.

"Foi escrito como uma estréia em três partes", diz Dabb. “Esse é um grande problema que vai demorar um pouco para ser resolvido. O passo 2 é: Como você coloca o doce de volta na pinhata? Como você leva todos esses fantasmas para o inferno, ou, na sua falta, como os tira de uma maneira diferente? O episódio 2 realmente gira em torno de nosso pessoal, com uma ajuda de Rowena (Ruth Connell), chegando e basicamente dizendo: 'Ok, não podemos fechar essa lacuna que Deus criou na terra, que outras opções temos? Eles se deparam com uma solução no episódio 2 que pode não funcionar totalmente, mas pode levá-los a um passo adiante”, explicou Andrew.

E os caras farão isso com o demônio Belphagor ao seu lado, também conhecido como o demônio que habita o corpo vazio de Jack (Alexander Calvert). Como Dabb coloca: “O personagem evolui ao longo de vários episódios”. Mas Belphagor não é a única coisa que transita desde a estreia do novo ano. O último episódio relembrou o piloto da série com uma cena final que faria qualquer fã de Supernatural chorar. Dabb diz: “Há coisas na temporada projetadas para agradar essa nostalgia, se você preferir, muito parecido com a cena final do episódio um".

Falando em nostalgia, o episódio dois também apresentará um rosto muito familiar para os fãs de Supernatural, porque o amado profeta Kevin Tran (Osric Chau) está de volta. E desta vez, ele não é de um universo alternativo. É o nosso Kevin. "A última vez que vimos nosso Kevin, Deus o estava enviando para o céu", diz Dabb. “Mas, como se vê, Deus pode não ter sido 100% honesto sobre isso. Há uma razão pela qual Kevin estava no inferno, e isso sairá, pelo menos até certo ponto, no segundo episódio”, explicou o showrunner.

Portanto, é o nosso Kevin, mas isso não significa que terminamos com os universos alternativos. Depois que um novo trailer para a temporada final do programa fez os fãs criarem teorias, que não foram negadas por Dabb. “Não terminamos com universos alternativos. Universos alternativos estão vivos e bem em Supernatural na temporada 15”, finalizou.

Para encurtar a história, muita coisa está acontecendo na temporada final de Supernatural. "Certamente não estamos diminuindo a velocidade", diz Dabb. “Existem muitos desafios no caminho de nossos homens. Para os dois, há algumas escolhas realmente difíceis de fazer”.

E você, está ansioso para conferir o desfecho de Supernatural? Deixe sua opinião abaixo!

 POSTS RECENTES