• Alexandre Agassi

Ennio Morricone, compositor de trilhas de faroestes, morre aos 91 anos


FOTO: ROBERTO SERRA - IGUANA PRESS/REDFERNS VIA GETTY IMAGES

O dia 6 de julho amanhance com a perda de um dos maiores compositores de trilhas sonoras de filmes de faroestes: Ennio Morricone. O maestro estava hospitalizado em uma clínica em Roma, na Itália, devido a uma queda, onde fraturou o fêmur. A notícia foi confirmada pelo seu advogado Giorgio Assumma. (Via NY Times)

Morricone nasceu em Roma no dia 10 de novembro de 1928 e tornou-se famoso no ramo do cinema na década de 1960 por realizar a trilha sonora dos filmes de faroeste italianos, também conhecidos como faroeste spaghetti. A sua obra mais famosa foi Três Homens em Conflito (1966), que reproduziu a trilha de western mais conhecida do cinema, além de ter consagrado Sergio Leone como um dos maiores diretores do gênero e também o ator Clint Eastwood.

Da brilhante carreira de Morricone, podemos citar seu trabalho com Era Uma Vez no Oeste (1968), Era Uma Vez na América (1984), Os Intocáveis (1987), Cinema Paradiso (1988) e, mais recentemente, ele também trabalhou com Quentin Tarantino na trilha de Bastardos Inglórios (2009) e de Os Oito Odiados (2015).

Dos prêmios já recebidos pelo compositor, vale destacar cinco BAFTAs, três Globos de Ouro e dois Oscars. Morricone ganhou BAFTA e Globo de Ouro pelo seu trabalho com A Missão (1986), em 2007 ele recebeu das mãos de Clint Eastwood um Oscar honorário pela sua carreira no cinema e, por último, em 2016 venceu BAFTA, Globo de Ouro e Oscar de Melhor Trilha Sonora por Os Oito Odiados.

FOTO: AP Photo / MARK J. TERRILL, ARQUIVO

 POSTS RECENTES