• Paulo Lídio

BGS 2019 | O mundo dos games é de todos, sem distinção


Durante nossa vida, vamos encontrando aquilo que gostamos e nos faz bem. Seja através de hobbies, passatempos, coleções ou até mesmo paz e sossego, sempre temos um refúgio que nos faz bem. Muitas vezes, isso vai além do sentimento individual, mas envolve também o senso de coletividade. Queremos estar em um local com pessoas que possuam um gosto parecido com o nosso, que partilhem dos mesmos interesses, onde possam se sentir bem e mostrar a melhor versão de si mesmo.

Isto posto, é inegável que a Brasil Game Show traz isso para seu público. A maior feira de games da América Latina é muito mais do que uma convenção, ela acabou se tornando um ponto de encontro e lar de toda uma tribo. Não importa se você é um gamer profissional ou amador, um simpatizante ou cosplayer, brasileiro ou gringo. Dentro da BGS temos a união dos mais variados públicos, mas que graças a qualidade e organização do evento, não há problemas em aproveitar o melhor do que está a sua disposição e partilhar experiências.

A pluralidade de público surpreende, passando pelas mais diversas classes sociais, econômicas, profissões e étnicas. Aliás, ao andar pela feira, encontramos estes mais variados perfis e conseguimos conversar um pouco com cada um deles, para evidenciar ainda mais o que destacamos até aqui neste texto.

Luciano Amaral – Apresentador dos canais ESPN

Luciano Amaral é mais um exemplo de pessoas que entraram no mundo dos games no início do século e agora colhe os frutos do trabalho (Foto: Bruno Bragante / Be Geeks)

Na visão de Luciano Amaral, que trabalha com games desde 2001, quando apresentava o programa “Combo: Fala + Joga”, além de ter passagem pelo site The Enemy, a BGS 2019 teve um sabor mais do que especial. Além de ser fanático pelo mundo dos games, ele teve a oportunidade de unir outra de suas paixões ao seu trabalho: o mundo dos heróis da Marvel. “Sempre gostei pra caramba da Marvel, todo mundo gosta, mas para mim, eu venho na BGS desde a primeira, quando era no Rio de Janeiro ainda. E assim, eu sempre trabalhei com games, agora poder estar na BGS, evento de games, podendo jogar Marvel's Avengers, e vir no palco da Marvel, é muito legal, porque é uma marca que nem todo mundo tem a oportunidade de trabalhar junto”, disse o apresentador.

Além disso, ele ressalta que não se trata de corporativismo, uma vez que são poucas pessoas que conseguem conciliar suas duas paixões em um mesmo trabalho. Afinal de contas, o mundo dos heróis e dos games é uma linha tênue, já que ambos são elementos fundamentais da cultura geek, nerd e pop. “E não é porque eu trabalho para eles, mas eu acho que todo mundo que gosta de heróis, gosta do universo pop e nerd, admira a Marvel. Então para mim é demais, é absurdo!”, finalizou Luciano Amaral.

Fred Mascarenhas – Ator e Dublador

Fred Mascarenhas é o responsável pela dublagem de Claptrap, o robôzinho de Fortnite, além de dublar o Ned, da franquia Homem-Aranha (Foto: Bruno Bragante / Be Geeks)

A indústria dos games é uma das mais ricas e plurais que temos nos dias atuais. Antes de um jogo chegar as mãos do usuário, ele passa por diversas etapas de construção para que a entrega do produto final beire a perfeição. Um dos setores que mais cresceram e ganham credibilidade com o público é a dublagem brasileira, conhecida mundialmente como uma das melhores em filmes e séries, e que agora, se expande ao mundo dos games. Um desses nomes é o do brasileiro Fred Mascarenhas, dublador oficial de um dos jogos de maior sucesso neste século: Fortnite. Fã assíduo dos games desde pequeno, a BGS faz parte do roteiro anual do ator desde que era sediada ainda no Rio de Janeiro. “Rapaz, games é minha vida desde criança, jogo desde o Atari. Então por mais que eu tenha virado dublador e feito outras coisas, eu nunca larguei o video game. Então assim, o video game sempre cresceu junto comigo, então venho acompanhando-os a um tempão, já dublei alguns jogos também. Então para mim é uma fusão meio doida, mas que sou apaixonado por isso. Games para mim e dublagem são minha vida”, destacou Fred.

Aliás, a coroação da paixão do dublador veio através de mais um de seus trabalhos. Com uma gama gigantesca de dublagens no currículo envolvendo a cultura geek, nerd e pop, Mascarenhas dubla o icônico Claptrap, o robozinho de Fortnite, que é o único personagem dublado do game, o que evidencia ainda mais o sonho do ator em ingressar neste mundo. “Na dublagem eu fiz As Tartarugas Ninjas, onde eu fiz o Donatello. Fiz agora o Detetive Pikachu, onde fiz o Tim, o treinador dele, dublei o amigo do Homem-Aranha, o Ned, dublei As Aventuras do Capitão Cueca, o filho do Shyriu no Cavaleiros do Zodíaco Ômega. E nos games eu fiz o Fortnite agora, o Claptrap, aquele robôzinho, o único personagem dublado que veio no Fortnite foi o que eu fiz”, comentou Fred, sem esconder a sua satisfação.

Mike Sant'Anna – Youtuber do canal General Nerd

Mike se considera um felizardo por trabalhar com aquilo que ama: cultura geek, nerd e pop (Foto: Bruno Bragante / Be Geeks)

O mundo dos games nos traz diferentes etapas em nossas vidas. Um dia somos jovens adolescentes apaixonados, que varam as madrugadas maratonando nossos jogos novos. No outro, somos adultos que precisam conciliar a vida profissional e a paixão pelos games nas horas vagas. Entretanto, a realização profissional bate a porta de alguns graças ao bom trabalho e persistência. Este, por exemplo, é o casdo de Mike Sant’Anna, dono do canal General Nerd e que também já trabalhou no site Legião dos Heróis, um dos mais conceituados do Brasil quando o tema é cultura geek, nerd e pop. Segundo Mike, a satisfação de estar na BGS é gigantesca, uma vez que ele vem frequentando a feira desde o seu início, possibilitando acompanhar toda a evolução da organização. “Cara, se eu não me engano e não me falha a memória, deve ser a 5ª BGS que eu venho, e toda vez é um evento muito importante. As primeiras vezes que eu vim, os dois primeiros anos, eu vim mais, primeiramente, para cobrir o evento, mostrar o que estava acontecendo nele, conhecer as novidades”, ressaltou Mike, que hoje faz análises de filmes, games e séries em seu canal no YouTube.

Indo mais além, a Brasil Game Show tornou-se um lugar não só de entretenimento para Mike, mas também um local para aprimorar seu serviço. Buscando sempre levar o melhor conteúdo para seu público, a BGS tornar-se um local excelente para fazer networking, fechar parcerias e estreitar relações tanto com o público quanto outras pessoas que atuam na área. “Depois de um certo momento, para mim, o evento virou um bom lugar para fazer contatos, conhecer as empresas, para estender meu trabalho, para apresentar meu trabalho. Então a BGS é um evento que para mim é presença garantida todo ano, e cada vez que eu venho, o evento parece que está maior, que está mais ousado”, finalizou o youtuber, deixando claro que já está ansioso para a edição 2020 do evento.

Os mais variados perfis presentes no evento só nos comprovam o quão vasta é a Brasil Game Show de público e conteúdo. E claramente, isso nos faz lembrar daquelas pessoas que um dia nos disseram “vídeo game é só uma fase”. Pois bem, parece que essa fase não para de crescer, acabou virando profissão e é um prazer para nós da Be Geeks termos realizados mais uma cobertura da BGS e ter trago um pouco da opinião de grandes nomes.

Confira a nossa cobertura da Brasil Game Show 2019 no link abaixo:

https://www.begeeks.com.br/home/tag/BGS%202019

 POSTS RECENTES