• Alexandre Agassi

Tudo que aconteceu na Greenk Tech Show 2018 - Evento


Nos dias 25, 26 e 27 de maio, aconteceu no Pavilhão de Exposições do Anhembi um evento marcante. A realização da Greenk Tech Sow 2018, segunda edição do evento, atingiu a marca de 70 toneladas de lixo eletrônico coletados. Com esse notável recorde, a Greenk demonstra a sua enorme força de vontade em mudar o planeta em prol de um mundo com tecnologias pensadas para o desenvolvimento sustentável. Pautas como a diminuição da emissão de gases do efeito estufa, aumento da produção de energia renovável, reciclagem, coleta seletiva não puderam ficar de fora do evento.


Parcerias importantes marcaram presença, como o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a Força Aérea Brasileira (FAB), o programa Verdejando da Rede Globo, a Fini, a SAGA entre outros. O evento também contou com YouTubers famosos, dentre eles, o Iberê, do canal Manual do Mundo, Rodrigo e Ricardo Piologo, do canal Irmãos Piologo, André Andrade, mais conhecido como Drezzy, do canal de mesmo nome, João Paulo, conhecido como Patife no YouTube, além de muitos outros.

Um dos grandes destaques da feira foi a réplica de um caça em tamanho real, que a FAB trouxe para exposição e também tirar fotos. Lá contava com todas as funções que esse tipo de aeronave pode ter. Falamos com o Tenente-Coronel Denys Martins de Oliveira, Chefe da Subdivisão de Relações Públicas do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, que comandou o projeto. Ele conta sobre os primeiros testes do protótipo, bem como onde e quando ele chega no Brasil.


“O contrato dessa aeronave foi fechado recentemente, né, foi assinado recentemente; ela já está em produção na Suécia”, conta o Tenente-Coronel, “A primeira versão brasileira vai voar em 2019 na Suécia e a primeira aeronave vai ser entregue ao Brasil em 2021. Então essa aeronave está sendo desenvolvida especificamente para o Brasil."

Denys relata que a presença da FAB na Greenk também é para retirar dúvidas sobre o dia a dia de quem trabalha na Força Aérea. Para finalizar, ele ressalta a relação que o Gripen tem com o desenvolvimento sustentável.


“É uma aeronave extremamente econômica. Ela é econômica demais.”, disse Denis, “Essa aeronave, pra você ter uma ideia, ela consome 20% a menos de combustível do que a mesma aeronave de outra versão. O mesmo gripen da versão anterior consome 20% a mais. É um dado importante.”

Thiago Flores, CEO do Zoom (à esquerda) e Lucas Venancio, repórter da Be Geeks (à direita)

Tiveram várias palestras sobre os mais variados assuntos. Dentre eles, o Conselho Jedi, que falaram sobre Han Solo: Uma História Star Wars (confira nossa crítica aqui). Nós realizamos duas entrevistas exclusivas, uma sobre o filme e outra sobre o evento. Também conversamos com o CEO do site Zoom, Thiago Flores, que nos esclarece sobre o funcionamento do site em que trabalha.


“No Zoom, você encontra informação sobre o produto, informação, conteúdo pro consumidor tomar a decisão de compra.”, explica Thiago, “Então você quer comprar uma geladeira, um eletrônico, um celular; lá você encontra todo tipo de informação: ficha técnica do produto, review do especialista, artigos comparativos. Primeiro definir o produto que atende a necessidade dele, para ele não levar nada que fique aquém ou além, que gaste dinheiro à toa, que não tenha que comprar outro produto. E aí uma vez definido o produto, aí sim que ele compara preço. O modelo de negócios do Zoom, ele lista lojas, lojas confiáveis com todas as lojas do comércio eletrônico estão listadas no Zoom. Então o consumidor decide em qual ela vai comprar.”


Outro stand de grande notoriedade foi o do MT Ciências, o circuito itinerante da ciência do Mato Grosso, que trouxe vários experimentos científicos para interagir com o público.

Também teve o Verdejando, maior parceiro da Greenk Tech Show. O programa da Rede Globo montou um stand muito interativo, que tratou das problemáticas do lixo eletrônico. Foi falado do impacto ambiental que o e-lixo pode acarretar. Constatou-se que o Brasil é o sétimo maior produtor de lixo eletrônico do mundo, sendo que China, EUA e Japão, respectivamente nesta ordem, constituem os três maiores. Ao final da apresentação o público tinha contato com algumas espécies de plantas.

Para atingir a meta recorde de 73 toneladas de lixo eletrônico, a Greenk recebeu a ajuda de 33 escolas públicas e privadas. Marcelo Tomazini, organizador do evento, conta um pouco melhor sobre como foi essa contribuição.


“A escolha das escolas é a seguinte: a gente teve a Saga como parceira nossa aí eles... Foram oito unidades: a Saga São José dos Campos, Guarulhos, Santo André, Lapa, Santo Amaro, Paulista, Tatuapé, acho que é isso... Aí como eles têm uma proximidade com as escolas, a gente fez a parceria com eles, eles abriram as escolas, fizeram toda a parte da divulgação e a divulgação dos cursos que eles têm pra oferecer”, esclarece Marcelo.

Na sexta-feira, primeiro dia da Greenk, a abertura do evento contou com a participação do ex-prefeito de São Paulo e atual ministro de Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, que recebeu os alunos das escolas que contribuíram com a coleta extraordinária de lixo eletrônico. Kassab falou sobre a importância do tema e as intenções do ministério em investir nesse segmento para cooperar com a preservação do meio ambiente.

Maurício Eugênio é um dos fundadores do Greenk Tech Show, bem como agente publicitário e dono de sua própria agência

Um dos fundadores do Greenk, Maurício Eugênio explica o significado desse evento para os alunos dessas escolas.

“O evento é o lado do coroamento, é onde depois de muito trabalho, mais de 70 toneladas de lixo recolhidos das escolas, esse final de semana é um final de semana pra se divertir, pra brincar de tecnologia, pra trazer a família, pra ver a sustentabilidade e pra se preparar pra novos desafios”, afirma ele.


Para ele, a principal importância do evento é poder ter esses alunos juntos comemorando a conquista depois meses de trabalho duro coletando e-lixo. Com um tom triste, Maurício revela que o Greenk Tech Show é ainda o único evento do Brasil voltado para tecnologia e sustentabilidade. Mas que algumas empresas grandes já estão se conscientizando e tomando novos rumos para não agredir ou agredir menos o meio ambiente.


No domingo, dia mais importante e o mais cheio do evento, ocorreu dois campeonatos marcantes. O primeiro de League of Legends e o segundo de cosplayers (veja aqui nossa matéria sobre os principais cosplayers da Greenk Tech Show 2018).

Veja nossa matéria sobre os melhores cosplays da Greenk Tech Show 2018

O lixo eletrônico é um problema muito sério no país, mas, infelizmente, muito negligenciado. Maurício apresenta suas expectativas para o futuro do planeta, que acredita estar nas mãos da geração que está nascendo hoje, e não nos que estão no poder atualmente.


“A gente está muito longe do mundo ideal”, disse ele, “Mesmo porque o mundo ideal não está mais na mão dessa geração que está no poder. Eles não vão conseguir... Não é nem chegar, é caminhar para o mundo ideal. Por isso que a nossa crença é a nova geração. É esse grupo de pessoas que já nasce com uma consciência diferente, que estão dizendo “não” pra produtos que não têm esse compromisso com o meio ambiente. Esse novo consumidor, ele tá botando a indústria e as grandes marcas em estado de alerta. Quem não tiver compromisso, responsabilidade social, responsabilidade ambiental, esses produtos e essas marcas simplesmente vão acabar. Essa nova geração não vai mais tolerar uma marca, um produto que agrida o seu ambiente, o seu planeta”.

 POSTS RECENTES